Resenha - Não Fale com Estranhos - Harlan Coben

Leia mais

Resenha - Sedução ao Amanhecer - Lisa Kleypas

Leia mais

O que andei lendo - Maio e Junho

Leia mais

#Resenha - O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares - Ransom Riggs


O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares
Ransom Riggs
Editora Intrínseca


Depois de tanto ouvir falar desse livro e saber que o mesmo está sendo produzido pelo mestre Tim Burton para as telonas, não pude deixar de conferir. E cara, que livro fantástico.
  Em O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares do escritor Ransom Riggs (marido da autora Lauren Oliver) conhecemos um lar especial, um lar para crianças especiais, peculiares e é atrás da narrativa do nosso personagem Jacob e seu avô que embarcamos nessa aventura atrás das fendas temporais.
 Jacob Pottermam sempre ouviu de seus avô Abe Porttermam, histórias sobre um lugar com crianças especias, crianças com alguns poderes e algumas peculiaridades, como a menina que levita, o menino invisível, a menina com a bola de fogo, entre outros, Jacob sempre escutava essas histórias, mas nunca acreditava de fato, achava que era uma invenção fantasiosa de seu avô, e ultimamente ele anda meio esquecido e acha que tem alguém atrás dele, o que reforça para a família e Jacob que seu avô está ficando velho e precisa de cuidados, mas Jacob é contra e ajuda a cuidar de seu avô depois do trabalho, mas nesse dia seu avô entra em contato e diz que tem alguém atrás dele, bem nervoso ao telefone ele diz que precisa encontrar a chave por que eles estão vindo pega-lo. Jacob vai até sua casa e a encontra toda revirada e nem sinal de seu avô, preocupado ele vai dar uma conferida no quintal, e para sua surpresa encontra seu avô deitado atrás do quintal e pensando ser algo da sua cabeça ele avista um bicho esquisito observando, e a criatura possuía umas línguas saindo da boca, seria sua cabeça lhe pregando uma peça? E seu avô, ferido ali no chão, com graves ferimentos? Será que a tal coisa veio mesmo atrás dele, mas o que seria?
  Jacob era muito agarrado ao avô, e não acredita no que seus olhos viram naquela noite e ninguém acredita nele, mas quem acreditaria? Então seus pais acham que ele está traumatizado e decidem que é melhor ele ser acompanhado por um psiquiatra e conversar sobre o que está sentindo e sobre o seu avô e em uma das consultas, o Doutor Golan, acredita que Jacob precisa enfrentar as coisas e dizer adeus a  seu avô e com isso ele sugere que ele vá até a casa e arrume as coisas de seu avô junto de seu pai e sua tia. Na casa ele encontra algumas cartas e algumas fotografias que seu avô já havia mencionado sobre as crianças, e nessa limpeza ele encontra uma carta com um endereço na Grã-Bretanha, e uma foto de uma senhora chama Srta. Peregrine lhe pedindo notícias. Será que seu avô queria que ele visitasse esse lugar e conhecesse onde ele diz que passou boa parte da sua vida?
   Então, junto de seu pai, Jacob vai para a ilha em busca de resposta e seria como uma terapia para Jacob superar a morte do avô. Jacob busca informações sobre o antigo orfanato onde seu avô cresceu, e acaba tendo algumas surpresas visitando as ruínas da casa. Lá encontra, fotografias, de todas as pessoas que seu avô lhe apresentou em suas fotografias, e descobre que tem algo de especial naquele lugar e em cada pessoa quando atravessa uma fenda do tempo. E passando por essa fenda, Jacob irá viver muitas descobertas, saber sobre o passado do seu avô e descobrir a sua peculiaridade juntos das crianças e defender esse mundo de terríveis criaturas. 
    O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares é um livro mágico, demorei um pouco para engrenar, mas quando engrenei não queria mais largar. É um livro totalmente diferente e nos trás uma aventura fantástica com pessoas e criaturas que não vemos muito ainda com lindas fotografias para ilustrar tudo que estamos lendo. A narrativa é fluida, em primeira pessoa, temos todos os detalhes através do Jacob, seus pensamentos a respeito daquele universo, sobre os peculiares, e gente essas crianças são fantásticas, você pensa que é um livro de terror, mas não, é um livro de suspense misturado com aventura e fantasia, me encantei com essas crianças que vivem escondida e revivem o mesmo dia durante anos. é triste? é sim, mas elas já estão acostumadas e sabem do perigo que correm se foram para o mundo atual.
  Enfim é um livro fantástico, que ao longo da leitura foi me cativando junto das fotografias bizarras rs' mas que são lindas ao mesmo tempo! 

  A narrativa é em primeira pessoa, feita pelo Jacob e é fácil de se envolver nas aventuras e mistérios. Estou ansiosa pelos próximos livros que estão com uma edição maravilhosa em capa dura pela editora Intrínseca.  Recomendo o livro para quem gosta de aventuras, mistérios.

#Filme: 50 Tons Mais Escuros

Cinquenta Tons Mais Escuros (Fifty Shades Darker, 20167) Lembro como se fosse ontem quando essa trilogia da E. L James estourou pelo mundo, todas comentando, todas suspirando e todas apaixonadas pelo Sr. Grey. Eu fui uma delas, me apaixonei pela história, pelos personagens, mas hoje, olhando para trás e lendo minhas resenhas, me pergunto o que me fez gostar tanto dessa história?
 Claro que os livros eles te fisgam, e ficamos naquela expectativa de assistir o filme das telonas, mas depois da adaptação do primeiro livro eu fiquei com o pé atrás com essas adaptações.  Fui ao cinema com minhas primas assistir ao filme e saí de lá pensando, o que me fez gostar dessa história tão pobre? Pobre no sentido de mensagem ao leitor ou telespectador, claro que nós somos românticas e ver o Sr. Grey tão vulnerável por causa da Ana, é lindo, a forma como tenta mudar para não perde-la e tentar passar por cima do seu passado também. A Anna continua a mesma, só que mais forte e decidida, tentando seguir sua carreira, mas não consegue resistir ao charme de Christian que tenta de todas as formas te-la inteira depois da ultima vez que se encontram. 
   O filme assim como o primeiro deixa um pouco a desejar, ou melhor o que pode acrescentar em uma história com um homem que só pensa em trepar e dar dinheiro para Ana?  Ainda usando vários objetos intrigantes? Não que isso não seja atrativo, e é o foco do romance. Já coloquei na minha cabeça que nada vai mudar no terceiro, por que vai ser só mais um filme com trepadas e final feliz. rs' desculpem mais é a verdade.
  Nesse segundo filme ainda temos uma pequena ação para sair da rotina, um homem desprezado querendo vingança, assim como uma ex-submissa querendo entender porque o Sr. Grey quis a Ana e não a ela e também a velha recalcada querendo separar o casal. Tirando isso temos trepada aqui, trepada ali, no chuveiro, e em outros lugares rs'
  De um modo geral, é um filme simples, com seu charme, mas nada que você precise desesperadamente assistir, gostei do filme, gostei das atuações, mas fiquei com esses questionamentos na cabeça e acho normal, mesmo tendo gostado dos livros. Peço desculpas aos fãs da trilogia, mas precisava desabafar um pouco sobre.
  Destaco a trilha sonora desse filme, maravilhosa, assim como a música tema da Ana e do Christian, "I Don't Wanna Live Forever" com a Taylor Swift e Zyan. 

    Então é isso pessoas, deixem suas opiniões aqui que irei ler todas com muito carinho.. Obrigada pela visita e voltem sempre!!

#Desafio Literário Gutenberg 2017


Desafio Literário – Gutenberg 2017

Oi gente, como vocês estão?
Todo inicio de ano nos propomos à metas e desafios, e esse ano não vai ser diferente, apesar de eu ser um fiasco com esses desafios, com metas e maratonas haha.. mas vou tentar novamente.. e visitando o blog da Fernanda, Meraki vi esse desafio muito bacana da Editora Gutenberg, com temas super fáceis e que eu acredito que irei cumprir. Claro que tem uns que terei  de sair da minha zona de conforto, mas eu esse ano quero muito ter novas experiências literárias, abrir a mente para outros estilos outros gêneros.
Nós leitores exploramos tantas histórias, tantos mundos e submundos que sempre nos apegamos a um só e ficamos ali querendo só aquele tipo de história, eu sou assim, mas esse ao me propus a ler, mas clássicos, sabe, quero conhecer grandes autores e grandes histórias, aquelas que nos fazem refletir, aquelas que nos fazem chorar mesmo sendo em uma época super diferente,  aquelas que são velhas mas que ao mesmo tempo são atuais e conseguem nos prender e comparar com coisas que estamos vivendo. Além desse desafio que estou compartilhando com vocês quero muito ler livros clássicos esse ano, fiz uma listinha que em breve irei compartilhar aqui com vocês e talvez quem sabe possamos ler juntos e conversar sobre.
Esse desafio está bem gostoso, são apenas 16 desafios super fáceis e identifiquei  dois que irão me colocar naquela zona fora de conforto rs’ mas espero poder cumprir ao longo desse ano, como são 16 desafios quero pelo menos cumprir 12, um para cada mês!
Já comecei os trabalhos, e o primeiro desafio que escolhi foi:

*Ler  o primeiro volume de uma série.
Minha primeira leitura de 2017 é o livro The Kiss Of Deception que é o primeiro livro da série “Crônicas de Amor e Ódio” da Mary E. Pearson lançada pela editora DarkSide Books e que também é o livro escolhido do Clube do livro do mês de Janeiro. Em breve iremos conversar sobre esse livro por aqui.


Então pessoas, espero que tenham gostado dos desafios e que se animem em participar, lembrando que  o blog não ganhou nada para estar divulgando esse desafio,é simplesmente, para divertir e aproveitar cada mês com desafios e novas experiencias. Me contem nos comentários se gostam de desafios e caso queira participar fiquem a vontade. Obrigada pela visita e voltem sempre!! Beeeijos! <3

#Filme - Seu Jeito de Andar

Resultado de imagem para seu jeito de andar filme
Seu jeito de Andar (Barefoot, 2014).
Estava eu caçando algo para assistir na amada Netflix, quando me deparo com esse título. Um nome que dá a ideia de ser um filme lindo e encantador e não deu outra, “Seu Jeito de Andar” me conquistou  com sua simplicidade,
Conhecemos Jay, um cara que está com sérios problemas, dívidas em jogo, problemas com a justiça, vive em boates de stripeteaser.  Foi preso e trabalha em um hospital psiquiátrico para cumprir a sua condicional.
 Seu relacionamento com os pais é complicado, seu pai não acredita em nada do que Jay conta, não acredita no filho e na vida que ele diz levar  na Califórnia. Ao receber uma ligação dos seus pais o convidando para o casamento de seu irmão, Jay não sabe o que dizer, já que seus pais não sabem de nada do que está realmente acontecendo em sua vida, e para tentar aliviar um pouco a pressão, cai na besteira de falar que irá acompanhado de sua namorada.  Mas que namorada?  Agora Jay terá de “arrumar” uma namorada, e pede a ajuda das strippers do clube que frequenta, mas nenhuma aceita seu convite.
  Jay trabalha em um hospital psiquiátrico, e já possui alguns amigos rs’ em seu horário de saída, Jay escuta a nova paciente gritando, e não pensa suas vezes em seguir os gritos, chegando no local encontra um dos funcionários atacando a paciente, e as coisas não ficam muito boas. Tal atitude de Jay pode colocar sua condicional em risco, mas seu lado protetor ou cavaleiro não quer nem saber ao defender a linda jovem que acaba seguindo Jay e fugindo do hospital.


Imagem relacionada

    A moça o segue descalço até a saída, não sabe seu nome. Jay pede para que ela volte, mas ela não quer voltar para o hospital e Jay acaba levando e aí que tem uma ideia. torná-la sua namorada por uns dias na frente de sua família.
Uma ideia maluca, levando em consideração que a moça é esquizofrênica e pode se complicar ainda mais com a justiça. Mas os dias que passam junto são hilários.
   Esse filme é um doce, me diverti, chorei e amei. Uma história que te deixa com aquele brilho no olhar e sorriso no rosto em assistir a mudança dos personagens e o crescimento. Uma história que encanta com a simplicidade de uma moça que nunca teve contado com o mundo e um cara que teve tudo e nada mais o surpreende até encontrar “Daisy”.
Super recomendo esse filme, eu nunca tinha visto ou ouvido, é tão belo que já estou querendo rever.  Se gosta de filmes românticos, mas esse a meu ver não tem muitos clichês, dê uma chance a “Seu Jeito de Andar” e se apaixone. 

Assista ao trailer:




#Balanço sobre o ano de 2016

Oi gente, como vocês estão?
O blog está de volta depois de umas "férias" forçadas, devido o computador dar probleminhas e depois de resolvido foi a vez da linda da internet rs' então as coisas ficaram presas por aqui.. mas estamos de volta com muitas novidades e muita leitura para 2017. Mas antes, vou falar um pouco sobre o blog no ano de 2016.




O blog como vocês perceberam trocou de nome, de layout e tudo mais, o antigo blog "Loves, Books and Cupcakes", foi o meu primeiro blog e como eu amei esse cantinho, falei um pouco dele no post de "Mudanças" e esse ano resolvi mudar o lay e o nome do blog, queria algo mais meu sabe.. mas antes vamos conversar sobre as metas do ano anterior rs'
    Em 2016 a meta de leitura era a mesma meta do ano retrasado, ler 50 livros, e mais uma vez não consegui alcançar essa meta, sempre fica faltando pouquíssimos livros. Foram lidos 45 livros dos mais variados assuntos, e foram leituras ótimas,boa parte das leituras tem resenha aqui no blog e algumas ainda saíram esse mês.
 Não abandonei nenhum livro.. graças a Deus rs' coisa que me parte o coração é abandonar livros, por mais chato que ele esteja eu forço a leitura, porque dói abandonar..
 O livro que menos me agradou em 2016 foi o livro "Duff" da Kody Keplinger publicado aqui no Brasil pela Editora Globo Alt, que já foi adaptado para os cinemas. Eu já assisti ao filme e achei muito melhor que o livro, a história do livro não me prendeu e achei a Bianca muito sem graça e sem atitudes em relação ao filme.. mas é sempre assim né..
  O livro que foi meu favorito do ano de 2016, foi "Sr. Daniels" da Brittainy C. Cherry, que lembro que assim que saiu eu não dei muita atenção, mas depois me rendi e nossa, foi apaixonante e lembro que fiquei numa ressaca pesada.. lembro também que lia esse livro enquanto fazia esteira na academia haha.. era viciante!
  Livros Nacionais, uma das minhas metas de 2016 e de outros anos, é ler mais nacionais, conhecer mais livros nacionais, e esse ano eu li somente 5 livros nacionais, como eu quero mudar isso esse ano.. dos 5 lidos todas foram ótimos, lindas histórias, destaque para os livros "As Batidas Perdidas do Coração" da Bianca Briones, que foi uma descoberta maravilhosa, um dos meu nacionais favoritos da vida e o livro " Quando o ventou Sumiu" da Graciela Mayrink, primeiro livro também que li da autora e me apaixonei. Esses dois foram os destaques dos nacionais ♥
  De acordo com meu Skoob li 13.133 páginas em 2016, muitas páginas não é mesmo rs' eu adoro atualizar o skoob e é por lá que traço minhas metas, marcações entre outras coisas.
  Por aqui no blog, (loves, books and cupcakes) foram 38 resenhas publicadas, finalizei as séries, a "Acampamento Shadow Falls" da C.C Hunter "Fazendo Meu Filme" da Paula  Pimenta que amo demais. Fiz um top 5 de séries para ler em 2016, mas confesso que não consegui ler os livros desse top algumas nem começar, mas esse ano vai rs' pelo menos ficar na louca espera pelos próximos livros..
  Como já disse li vários livros de assuntos variados que foram maravilhosos e eu espero que nesse ano de 2017 seja melhor ainda, que todos nós consigamos alcançar nossas metas, objetivos e podemos conhecer novas leituras, novos autores.  Bom gente, esse foi um balanço do blog e leituras e espero que tenham gostado. Deixem nos comentários o que acharam, do balanço e do novo layout. Obrigada pela visita! beeeijos <3