Resenha - Animais Fantásticos e Onde Habitam - Roteiro Original - J.K Rowling

Leia mais

Resenha - Não Fale com Estranhos - Harlan Coben

Leia mais

Resenha - Sedução ao Amanhecer - Lisa Kleypas

Leia mais

#Resenha - Garotas de Vidro - Laurie Halse Anderson

Oi gente, como vocês estão? Por aqui tudo ótimo e hoje temos novidade e resenhaaaa...
O blog agora tem uma colaboradora, minha amiga linda, que a blogsfera me presenteou, Tayana Alvez, a Tay <3 Essa mulher, que adora livros assim como eu, gosta de livros "bafão" sabem?, foi ela quem me apresentou um dos livro mais marcantes que já li, "Proibido" e agora a Tay faz parte do blog rs' e eu estou mega feliz. A Tay, tinha um cantinho também, super fofo, o "Let It Shine", mas devido a sua mudança de país, (ryyyca) teve de dar um tempo, mas, vamos ter as suas belas resenhas aqui. A Tay, tem um canal no youtube  onde ela conta sobre seu intercâmbio e gente, conheçam o canal, é muito bom e trás dicas de como se planejar até conseguir emprego. Visitem o canal dele e se inscrevam <3 então, vamos a resenha?
Oi, é a Tay aqui... Voltei, pra trazer uma das obras literárias mais difíceis de digerir que já li, se ela não é a mais difícil está entre as 3 mais com certeza, não, eu não estou falando de os 13 porquês, que também não é uma leitura nada fácil, estou falando de GAROTAS DE VIDRO.

Vocês conhecem? Já ouviram falar?
Leiam essa resenha e me digam se o livro merece uma chance pra mudar vocês tanto quanto ele me mudou.

Preciso começar dizendo que terminar esse livro me deixou com uma sensação indescritível de massacre.
 Lembro de não conseguir saber por uns 25 minutos.

Editora: Novo Conceito
Páginas: 272
Autora: Laurie Halse Anderson 
Skoob ♥♥

  Um livro completamente perturbador, triste, dolorido, difícil de digerir e chocante. Com uma história densa e avassaladora que nos coloca no lugar da protagonista 100% do tempo. Narrado em primeira pessoa, Garotas de Vidro nos apresenta a Lia, uma solitária e típica adolescente do séc XXI.
Porque típica Tay? 
Porque ela é parte integrante da população que sofre do mal do Século:

A Depressão!

           Não, não temos esse diagnóstico, e isso não é ponto central no livro. Mas, é sempre bom lembrar que a nossa juventude já é tão massacradas pelo sistema diariamente, que serviam pessoa com o emocional violado, já se tornou "tópico".

Voltando ao ponto central do livro, caímos de paraquedas num universo que aonde a única coisa que importa é a magreza. 

Lia aprendeu com sua agora ex-melhor amiga, Cassie, os benefícios e a necessidade de ser magra. Para além disso, fugiu de tudo que estivesse fora do eixo "Preciso ser magra a qualquer custo", para o mundo de vidro criado por Cassie e ela, sob a luz da lua onde um dia decidiram que seriam magras, "a menina mais magra da escola" era o desejo de Lia, e Cassie estava lá, a melhor amiga que tornaria aquele desejo realidade.

 Até que um dia,"essa bomba" explodiu e feriu Lia.

Feriu por que ela ficou sozinha num mundo que nunca tinha pedido pra entrar. 

Quando a família de Cassie descobriu o que estava acontecendo, a "fez"abandonar Lia, creditando à menina, os problemas sofridos por Cassie. Apesar de ser difícil viver sem a amiga e controverso que a amiga devesse se afastar dela, Lia aceitou e seguiu em frente. 
Afinal, não havia nada o que ela pudesse fazer, não importava continuar procurando por Cassie quando ela não estava mais ali. Cassie estava completamente convencida de que comer era bom e Lia era um inimigo. Conclusão: Ela estava certa de que tinha voltado a ser a Cassie de verdade e não mais a Cassie de vidro.
Depois de guardar todos os seus demônios no bolso, Lia seguiu com isso sabendo que Cassie realmente não era mais a mesma. 
Lia ainda contava cada caloria, Ainda buscava os ideias - e impossíveis 40Kg - ainda desejava comer as coisas que nunca conseguiria saborear sem culpa e sem colocar pra fora depois.
Bulimia
Anorexia
Flagelo
Sofrimento
Congelamento

Esse era o mundo de Lia, um mundo que já a torturava tanto que ela mal conseguia distinguir realidade de devaneio, e um dia olhar o celular mudou tudo, ou melhor, piorou tudo.

33 chamadas não atendidas.
33 chamadas de Cassie.

Não, deveria ser nada demais, Cassie ligou e até deixou recados, mas depois de MESES quem era Cassie para voltar e agir como se Lia a devesse algo com todas aquelas ligações ? Não era justo e fazer um pouco de doce, afinal não faria mal a ninguém, não é mesmo? 
  
Na verdade, sim, faria!

Lia lembrou-se das 33 ligações e várias mensagens de Cassie quando soube que a ex-melhor amiga tinha simplesmente morrido.

"... corpo encontrado em um quarto de motel, sozinho..."

Tradução: Cassie foi encontrada morta em um quarto de motel, sozinha, após tentar contato comigo 33 vezes, provavelmente Cassie morreu por minha culpa.
Foi o que Lia sentiu, e a partir deste ponto, acompanhamos o desenrolar da história.

Vivenciamos o presente de Lia sendo levados ao passado algumas vezes, conhecemos a Lia de "quando ela era uma garota normal", conhecemos a menina pura que fez amizade com a vizinha nova, a amiga que sempre cedia, que sempre tentava viver segundo o que a melhor amiga dizia e que se deixou levar por um submundo até o dia em que não tinha mais"amiga".

Descobrimos uma Lia tão obcecada pelos 40kg que seria capaz de qualquer coisa para alcançá-los, passeamos pelas tardes e noites que Lia é assombrada e perturbarda por Cassie e por todos os seus outros demônios porquê a fome e a falta de forças eram tão grandes que por vezes Lia misturava a realidade e fantasia em sua cabeça... Somos uma péssima Irma mais velha com Lia, somos uma filha mentirosa com Lia, vamos ao enterro de Cassie com Lia, vamos consultas médicas com Lia, nos pesamos sem roupa com Lia.

O capítulo mais impactante pra mim, é o 40, que tem paginas e mais paginas da seguinte reflexão:

blogger-image-1195144669.jpg

E um outro quote que me levou as lágrimas, foi:

"Eu amo você, Lia. Quando me casei com seu pai, eu jurei amar você como se você fosse minha. Mas, você feriu a minha menininha. Ela está tremendo de raiva. Você a machucou por morrer de fome, você a machucou com as suas mentiras, e por brigar com todo mundo que tentava te ajudar".

Como eu disse ali em cima, "nós... com Lia" porque você passa por tudo o que a Lia passa, mesmo que não queira, não foi uma ou duas vezes que precisei fechar o livro só pra dizer pra mim mesma:

Você não é a Lya!
Você não vai morrer de fome!!
Você não está vivendo isso!!!
Você não faria essas coisas!!!!

De tão bem escrito que o livro é.

Todo o processo de leitura é muito doloroso!!! Mas, é absolutamente necessário, afinal, ele é real. Existem centenas, senão, milhares de Lias e Cassies por aí apenas esperando pra serem ajudadas, acredito que "Os 13 porquês" tenha vindo em uma boa hora, e seria maravilhoso se outras obras como essas se tornassem mais tangíveis ao grande público.

Garotas de Vidro, assim como o outro livro da autora "Fale", traz até nós, temas que ainda são tabulizados e manipulados na nossa sociedade, como algo distante, algo surreal e principalmente, algo que nunca aconteceria com uma pessoa normal, mas isso acontece, com a menina deslocada, a popular e o exemplo, acontece até com a filha que todo pai queria ter, pode acontecer comigo e pode acontecer com você, eu odeio o jargão "Precisamos falar sobre", mas quando tratamos de problema tão graves quanto os que citei nessa resenha, nós precisamos sim falar, se ater, ensinar, educar e conscientizar.
Salvem Hannah Bakers, salvem Lias e Salvem Cassies ao redor do mundo, ele será muito melhor com essas pessoas citadas do que sem elas.

19 comentários:

  1. Nossa, fiquei muito curiosa pra ler o livro, adorei a resenha <3 Arrasou!
    O livro realmente parece ser bem triste, mas confesso que amo essas leituras envolvente.

    ResponderExcluir
  2. O título é muito interessante e a capa é linda hein. Eu não conhecia o livro. Adorei a sua resenha. Achei a história muito forte, como estou passando por um momento difícil porque acabei de perder minha sogra, não leria nesse momento. Entretanto, em outro momento, quando essa dor passar e ficar a saudade eu leria sim.
    bjs
    www.simplesmenteciana.com

    ResponderExcluir
  3. Esse livro parece ser interessante e profundo, mas não é meu tipo de leitura. Acho que de ser, como você falou, doloroso ter lido; mesmo sendo super necessário falar sobre o assunto. Ótima resenha! beijos

    www.gotadechampagne.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Mulheeeer bem perturbador ne hahah mas nada fora da nossa realidade. Infelizmente os adolescentes são os mais afetados nesse mundo da depressão. Confesso que não é meu tipo preferido de leitura mas Fiquei curiosa para ler o livro. Adorei sua resenha. Sucesso.

    ResponderExcluir
  5. Nossa muito pertubadoooooooor, e que capa é essa ein? Já quero lêr. Amei a resenha que você fez, adorei o post♥ Sucessos para você e o blog!

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esse livro mas estou apaixonada! Quero ler pra ontem! O melhor é falar de um tema tão atual como esse e conseguir alcançar jovens através da leitura, isso é essencial. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi!!! Não conhecia esse livro mas com certeza vai entrar para minha lista! Ótima resenha!!! Sucesso!

    ResponderExcluir
  8. Faz tempo que eu não leio alguma coisa e eu sou fã de romances, mas só pela capa me deu vontade de ler, é linda. A resenha então me deixou curiosíssima. Inclusive eu estava falando sobre esse assunto com o meu namorado hoje.

    Beijos
    http://4girlsstore.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Uaaal! Ainda não conhecia esse livro, mas parece ser muito bom! Adorei tua resenha. Eu estou gostando muito de ler livros mais "tensos" e profundos, e os que tem um certo mistério também. Vou colocar ele lá na minha lista de "quero ler", no Skoob :D

    Beijão,

    ResponderExcluir
  10. Sua resenha ficou fabulosa e por mais que o livro seja todas as características que você citou, nos dá uma vontade enorme de ler.
    Esse tema é o foco principal dos temas de hoje e esse livro seria uma espécie de lição.
    Beijinhoss e sucesso!

    www.segredosdajuhcosta.com

    ResponderExcluir
  11. Menina eu já tinha visto esse livro na livraria,mas pela capa jurei que era romance! eu amo histórias difíceis de digerir, porquê normalmente elas prendem mais a gente, faz a gente pensar muito e ter empatia com um ou mais personagens. Eu AMEI a resenha! pretendo comprar em breve!



    Beleza Nerd

    Fã Page | Instagram

    ResponderExcluir
  12. Olá! Parabéns pela nova colaboradora! Que a parceria de vocês seja muito boa, que ambas cresçam muito e desejo muito sucesso! E sobre o livro, achei bem interessante, não conhecia, mas fiquei curiosa. Bem, um abraço!

    www.pandapixel.com.br

    ResponderExcluir
  13. UoWWWW perturbador e triste....fiquei bem curiosa mesmo para ler....e o titulo parece nome de filme de terror rs.....sério preciso ler urgente !!!!haha bjuss =****

    ResponderExcluir
  14. nunca li Garotas de vidro, apesar de ter ouvido falar e saber a temática abordada... é sempre necessário ter cuidado em como esses livros andam abordando determinados assuntos, pra que não seja de maneira leviana... espero não ser o caso desse livro em questão... mas só lendo mesmo para tirar minhas próprias conclusões...
    bjs...

    ResponderExcluir
  15. Oi Tay!

    Menina já li amores sobre esse livro, as pessoas se emocionam bastante com a estória da protagonista, e o tema que a autora aborda e muito sério, a depressão tem sido um assunto muito falado ultimamente e isso e muito importante, as pessoas precisam levar mais a sério isso, o fato dela fazer tudo para emagrecer e chocante e triste, mas acontece, eu adorei sua resenha,foi muito tocante, espero que muitas pessoas possam lê-la e o livro também, eu quero ler em breve.

    Beijinhos

    Resenha Atual

    ResponderExcluir
  16. Sabe que tenho esse livro há anos na estante e ainda não tive coragem de ler? Você não é a primeira pessoa que vejo dizer que é uma leitura dolorosa, embora seja um livro absolutamente necessário. Fale! eu já li e amei, então acho que a chance de gostar desse é enorme, só preciso superar meu receio mesmo.

    ResponderExcluir
  17. Cheguei a começar o livro e mesmo com os elogios ele não fluiu pra mim na época e desisti, ainda quero ler mas falta aquela animada sabe?

    ResponderExcluir
  18. Tenho muito interesse de ler este livro, porém parece ser bastante impactante, já que aborda o mundo da anorexia e bulimia, que infelizmente é um mundo quase sem volta. Então acredito que demorarei mais um pouco para lê-lo. Amei sua resenha e suas reações nela.
    Beijos

    ResponderExcluir

Olá, que bom ter você aqui no meu cantinho, obrigada pela visita e pelo seu comentário, saber a sua opinião é muito importante! Volte sempre!