Resenha - Em Seu Coração - Bianca Briones

Leia mais

Resenha O Desapego Rebelde do Coração - Bianca Briones

Leia mais

Resenha -Mais Uma Chance para o Amor- Mila Maia

Leia mais

#Resenha / Opinião - Os 13 Porquês - Jay Asher

Os 13 Porquês 
 Jay Asher
Editora Ática
  
 Finalizei a leitura desse livro com um peso no coração, é um livro intenso e muito triste! Quando acabei de ler, fiquei mal, mal por saber que tem muitas pessoas nesse mundo que não se importam uma com as outras, mal por saber que as pessoas preferem perder um amigo do que perder a piada, mal por saber que muitas acham isso tudo uma frescura que hoje em dia não se pode mais brincar. Essas pessoas não sabem o que a outra pessoa está passando, não sabe o quanto aquela brincadeira de mal gosto pode deixar a pessoa ainda pior. enfim, é um livro que deveria ser lido por todos os jovem e adultos possíveis, ainda mais nos tempos de hoje onde tudo é levado na brincadeira.

Não irei falar da história em si, pois todos já sabem do que se trata, mas sim a minha opinião sobre o livro e tudo mais.
   Falar de um livro que vem mexendo com todos é bem difícil. Esse livro está no mercado editorial desde 2014, e trás um assunto em pesado, pesado para uma sociedade hipócrita, uma sociedade que venda os olhos para as coisas importantes, mas que é aberta a tantas besteiras a tantas coisas estupidas que você para e pensa : “O que que eu estou fazendo aqui”?
    O livro aborda um dos assuntos que nos últimos anos veio aumentando consideravelmente entre os jovens, o bullying esse é o fato principal, mas diante dele, várias outras coisas vão aparecendo e acabam influenciando a pessoa a se sentir a pior pessoa do mundo. A Depressão.
Acho que todos já sabem o que se passa nessa história, certo, então vamos pular essa parte e ir direto ao que interessa, que é como o mundo anda cruel, como os jovens andam cruéis, andam mesquinhos, andam querendo se provar, andam querendo serem melhores que os outros, passando uns por cima dos outros, sem se importarem com os sentimentos.
A série veio para mostrar como segregar uma pessoa, só faz ela se senti mal, a  auto-estima baixa, parecendo que ela não merece viver ou conviver com as pessoas. A série veio para abrir os olhos até dos adultos mesmo, quem nunca riu daquela de um apelido que engraçado na escola? Quem hoje em dia não ri de piadas machistas, piadas homofóbicas? A série não fala somente de uma pessoa que foi excluída por ser uma garota, a série/livro ao meu ver engloba todas as situações, você não é melhor que ninguém para ditar quem é merecedor disso ou daquilo, suas atitudes e palavras machucam, ferem as pessoas, fazem com que elas mesmo se desprezem e chega um ponto que ela não vai aguentar tal pressão e vai pelo caminho mais fácil, triste , porém mais fácil e a culpa é de quem? Dela, que escolheu essa opção? Ou sua que não ligou para os sentimentos dela?


"Ninguém sabe ao certo o impacto que tem na vida dos outros. Muitas vezes não tem noção. Mas forçamos a barra do mesmo jeito"


     Assistindo essa série e lendo o livro, eu percebi como temos em nossa sociedade, jovens como os personagens do livro, como a história se repete, e eu me pergunto, mas porque ela se repete? Não temos capacidade de enxergar o quão mesquinho são nossas palavras e atitudes com essas pessoas? Será que é difícil se colocar no lugar do outro e pensar “eu não ia gostar se fosse comigo”.O que falta hoje é empatia, solidariedade, amor, amizade e compreensão. E isso a gente aprende dentro dos nossos lares, dentro das escolas, mas temos que ter força de vontade e parar de pensar que o grupo tal ou grupo de fulano, zoa assim, faz isso assim ou assado, temos que parar de seguir os outros e provar a eles que pode sim se divertir, sem ofender e diminuir os outros.
   Andei lendo alguns comentários na blogsfera sobre a série e respeito demais a opinião de cada um, (deixando isso bem claro aqui) mas, li que isso que a Hanna fez, gravar as fitas, era como uma "vingança". Eu, Tahis, não vejo como uma vingança, mas sim um forma de deixar os responsáveis cientes do que fizeram ou falaram, foi uma forma de conscientizar que certos comentários, mentiras, e atitudes, podem afetar a vida das pessoas. Não vi como uma forma de vingança. 
  Também li, que a série, seria como uma influência para os jovens cometerem suicídio, okay, isso eu até concordo um pouco, mas a série veio para mostrar para a sociedade o que é o bullying e como ele faz as pessoas se sentirem, como ele afeta a vida em sociedade, a vida emocional da pessoa, como deixa a pessoa deprimida e excluída. Essa série veio para dar um choque de realidade, gente, pelo amor de Deus, acho que TODOS precisam parar de criticar as coisas, de tentar tapar o sol com a peneira, essa série é uma realidade, ninguém sabe o que se passa com os jovens e adolescentes de hoje, ninguém, e acho que a série veio para mostrar isso, as vezes eles são o sinal mas ninguém tem tempo para perceber ou acham que é frescura ou oura coisa. Vamos parar de culpar a vítima, vamos ajudar ao invés de julgar, não sabe o que dizer ou fazer se perceber algum comportamento estranho, procura ajuda de um profissional para te orientar a lidar com a pessoa, mas não julgue ela e não diga coisas que podem coloca-la ainda mais para baixo.
  Essa resenha, foi meio que um desabafo, não sei rs' mas me empolguei e espero que tenha conseguido passar o que senti lendo esse livro e assistindo a série. Deixe nos comentários que achou da série, do livro, de tudo. 

29 comentários:

  1. Oiii Tahis tudo bem?
    Esse livro é um dos que mais tenho vontade de ler, estou apenas assistindo a série e percebo como as pessoas são assim na nossa sociedade e basta algo grave para acontecer que as pessoas começam a dar valor para o seu redor. Ótima resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Morgana!
      Esse livro /série é um tapa na cara da sociedade, e espero que você leia. Também estou assistindo a série, mas ainda não finalizei, por motivos de não aguentar tais coisas.

      beijos e obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Amiga, eu te venero!
    Amei o post, sério e também acho que quem diz que a Hannah se vingou nao leu o livro direito ou assistiu a série errada hahaha.
    Será que é difícil se colocar no lugar do outro e pensar “eu não ia gostar se fosse comigo”.O que falta hoje é empatia.
    ♥️
    Sobre os gatilhos que acareie traz, eu não acho que acareie faria uma pessoa saudável se matar, então precisamos saber que se vamos falar de suicidio, precisamos explorar isso, tratar o assunto como tabu só o torna mais distante da nossa realidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga linda!
      Que bom que gostou da resenha, desabafei rs'
      Não entendo como tem gente que diz que não gostou da série ou do livro rs'
      Hoje em dia parece uma das coisas mais difíceis é se colocar no lugar dos outros, parece bicho de 7 cabeças. ou então conversar sobre a depressão, quase dão um treco.. mas enfim, tomara que venha mais séries como essa para ajudar a tirar esse assunto do modo tabu.

      obrigada pela visita!

      Excluir
  3. Oie tudo bem? Eu senti que faltou alguma coisa no livro, muita coisa aliás, gostei mais da série. Achei um absurdo o autor nem mencionar o sofrimento dos pais dela no livro e irresponsável ele não envolver a polícia também quando há vários crimes delatados nas fitas.

    ResponderExcluir
  4. Oieee
    O livro é muito bom, mas a série é sensacional, vi muitas opiniões, colocando muito peso apenas em uma série ou em um livro mas a realidade é que sim ambos retratam o que vivemos. E não ao contrário.
    Muito bom seu post
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi! Adorei sua resenha!
    Li o livro no ano passado e mesmo sabendo do final estava torcendo para que fosse mentira :(
    Realmente é uma obra excelente para trabalhar sobre bullying e suas consequências.
    A depressão ainda é vista como "coisa de quem não tem o que fazer", "coisa de desocupado". Quando se vê que era realmente sério, não tem mais o que fazer. Já é tarde demais. Muito boa sua reflexão!

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Antes mesmo de sair a série, eu já queria muito ler esse livro. Vejo muitas pessoas falando bem sobre ele, então a curiosidade sobre essa leitura é enorme. O tema é forte, mas necessário.

    ResponderExcluir
  7. bem, eu sou do time de pessoas que enxerga como vingança o que a protagonista fez... não li o livro mas estou expondo meus pontos a partir da série...
    trata-se de uma visão puramente cristã, da aplicação de culpa, como punição pelo que fizeram a ela... a serie aborda bem as questões sobre exclusão social, bullying e afins, mas o problema de Hannah não era depressão. E claro que foi injusto o que fizeram com ela, o que a levou a um quadro de tristeza profunda que culminou no suicidio... enfim...

    quanto ao livro, já tive vontade de ler a princípio mas depois da série acabei perdendo o interesse...
    bjs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Valéria!
      Eu realmente não vejo como vingança, apenas um meio de fazer as pessoas envolvidas pensarem nos seus atos.. e acho que falar que não era depressão, é meio estranho pois conforme você vai sofrendo ataques que te levam a fazer tal coisa você já tá desmotivada a continuar com a sua vida, ta saturada de pessoas rindo, te ofendendo entre outras coisas. Enfim, vejo assim!
      Obrigada pela visita e pelo comentário flor!

      Excluir
  8. Eu não vi nada ainda sobre os 13 porquês, sinceramente. Esse gatilho me afeta com memórias ruins. Só posso dizer que pelo que li na sua resenha; é como se a morte dela e as gravações estivessem relacionadas...Como se ela deixasse uma mensagem; "Julguem os verdadeiros culpados por eu ter me sentido assim e feito o que fiz!" Me soa como um grande ALERTA: "Vamos fazer aos outros o que gostaríamos que nos fizessem!"
    O bullying causa muitos danos e sofrimento. Triste e necessário existirem livros e séries com esse tema. Ótima resenha!Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mila!
      Bullying é um assunto tão pesado mas necessário ser falado. E acho que um dos pontos chaves para evitar é se colocar no lugar do outro, vemos tantos adolescentes praticando seja pessoalmente ou virtualmente, e parece que não ligam para os sentimentos do próximo, precisamos de mais livros e séries sobre o assunto! Obrigada pela visita e volte sempre!

      Excluir
  9. Nunca li esse livro, mas parece bom ! Vou adicionar a minha lista de desejos dos livros! :) Parabens pelo blog.

    ResponderExcluir
  10. Nunca li o livro, e também não assisti a série, sei que é um assunto muito delicado, mas confesso que por ter uma opinião superficial sobre o assunto, acredito que ele tenha que ser tratado com a devida atenção, e cuidado, pois segundo algumas criticas que eu tive contato, o livro e a série, acabam "romantizando" o suicídio, e isso é algo grave, e perigoso, especialmente para o público que é destinado.
    Gostei muito do seu texto, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lane!
      Que bom que gostou da resenha!
      Mas tanto a série e o livro não romantizam nada o assunto, muito pelo contrario, ele intensifica as ações dos alunos praticando bullying, e das consequências de tais atos. Não vi nada romantizado, mas isso depende do ponto de vista de cada um, acho que hoje em dia, as pessoas estão romantizando tudo e não prestando a devida atenção na real informação que o livro ou a série quer passar. É triste isso!

      Obrigada pela visita!

      Excluir
  11. Nunca li o livro, mas pela série parece ser ótimo!!! Adorei sua resenha, está muito bem escrita! Vou dar uma chance para livro também!!! Sucesso!

    ResponderExcluir
  12. Oii Tay. Pois é, finalizei esse livro mês passado. E olha, sinceramente, ainda não consegui digeri-lo. Serio, me proporcionou um turbilhão de emoção, eu sofri, ri, chorei.
    A cada paragrafo eu torcia pra Hanna, pra que daquela vez terminasse bem pra ela, mas a cada linha tudo só piorava. É um livro que mexeu e continua mexendo comigo, pelo simples fato dele nos mostrar realmente a realidade, e que isso acontece - todos os dias. Adorei sua resenha, esta impecável!!!

    ResponderExcluir
  13. Oi, eu nunca tinha ouvido falar sobre esse livro, mas, confesso que irei colocar ele na minha lista de livros pra me deliciar nas férias. Eu achei o roteiro dele muito interessante, somente por uma frase que você pos: ninguem sabe o real impacto daquilo na vida dos outros. njs

    ResponderExcluir
  14. Ainda nao tive a oportunidade de ler o livro nem assistir a série, mas estou super curiosa porque essa história esta sendo super comentada, enfim,temos que ter cuidado ao tentar entenderbtoda essa história, esse assunto é bem complicado e é quem ja teve um caso desse na família ou amigo vai entender o que está falando. Leio muitas resenhas a respeito do livro ou da série e a sua foi uma das mais complexas que eu vi até agora. Assim que eu puder assistir ou ler o livro Te dou minha opinião a respeito do que vi ou li. Bju e parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  15. Eu ainda não vi a série, mas minha irmã assistiu tudo em 3 dias. Ela gostou bastante e pelo que ela falou é realmente isso que serie tanta transmitir, a opressão, o bulling e seus males. Ótimo texto. Parabéns!

    ResponderExcluir
  16. Eu comecei a ver a série e não terminei ainda, mas a história é muito forte e triste mesmo. O livro eu também não li, mas o mais importante é o que a história quer passar e que, ainda, é um problema e grande nos dias de hoje. Amei a sua resenha!

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem? Queria ter lido o livro antes de assistir a série, mas queria muito assistir a série, gostei muito da série, muito boa, e já estou ansiosa para a segunda temporada. Muito bom o post e muito sucesso.

    ResponderExcluir
  18. Estou assistindo a série e simplesmente amando...é uma reflexão e tanto creio que o livro seja fantástico espero ter a oportunidade de le-lo um dia bjs

    ResponderExcluir
  19. Senti o mesmo que você quando vi a série, infelizmente ainda nao tive a oportunidade de ler o livro. Fico indignada mais ainda é que a questão do estupro não foi muito comentada e a indignação não foi tanto como a minha. Mas fazer o que né

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nathalia!
      Tudo que acontece com a personagem é revoltante, desde as piadinhas até o estrupo, a obra muitas das vezes é avaliada como um todo né, mas com toda certeza precismos também falar sobre o estupro que é bem revoltante! obrigada pela visita!

      Excluir
  20. Eu não li o livro, só assisti o filme e confesso que não gostei como o assunto foi abordado principalmente por se tratar de um publico alvo como os adolescentes. Achei que eles romantizaram várias cenas e isso para o publico alvo é extremamente perigoso pq eles já estão/são vulneráveis. O lado bom é que a discussão sobre esses assunto vieram a tona e muitas pessoas estão falando sobre isso.

    ResponderExcluir
  21. O que eu mais gostei ao ler esse livro foi conseguir sentir exatamente o que a Hannah estava sentindo quando narrava as fitas. Eu realmente mergulhei na história e terminei com aquela sensação de "uau". É uma narrativa muito complexa e ao mesmo tempo muito importante.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi
    Eu amo muito esse livro. Já o li 3 vezes. Acho que o modo como o autor usou para falar do assunto e dos atos praticados pelos personagens muito válido. Esse assunto sempre mexe muito comigo. Acho que esse livro deveria ser lido por todo mundo!
    Bjus

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não li o livro, mas quero ler um dia ainda e espero que seja em breve. No entanto, eu vi a série, então conheço a história e realmente ela é pesada para a nossa sociedade, mas é de suma importância que séries assim ganhem destaque, porque bullying e depressão são assuntos sérios que precisam ser discutidos, né?

    Beijos :*

    ResponderExcluir

Olá, que bom ter você aqui no meu cantinho, obrigada pela visita e pelo seu comentário, saber a sua opinião é muito importante! Volte sempre!